31 de ago de 2010

Raça

Precisamos levar em conta ao olharmos um cão que a raça é apenas a roupa que o cão veste, mas quanto mais pura a raça do cão, mais características genéticas de seus ancestrais ele vai carregar.Porém satisfazendo o "animal" e o "cão" por meio da caminhada ( a conexão primitiva ser humano - cão) mais : regras-limites-restrições, você pode prevenir qualquer problema de comportamento relacionado a raça.
É importante estar ciente das necessidades e tendências de certas raças, mas é ainda mais importante compreender a psicologia básica de todos os cães - apreciar sua relação direta com o restante do reino animal.

24 de ago de 2010

Algumas dicas . . .

Algumas coisas são fundamentais na hora de ensinar nossos cães:
- Flexibilidade - cada cão é único, então não basta aplicarmos as técnicas usadas em outro cão. Devemos estar sempre preparados para ajustarmos o treinamento ao cão.
- Coerência - os cães aprendem por repetição. Se você enviar sinais imprecisos, misturados ou não corrigir o comportamento indesejado de cada vez, o seu cão não vai aprender.
- Atitude positiva - como as pessoas os cães aprendem a partir de experiências positivas. Concentre-se em recompensar comportamentos desejados. Evite trabalhar com seu cão quando você estiver frustrado ou chateado.

10 de ago de 2010

Levando um cão para casa . . . .como proceder

Ao comprar ou adotar um cão principalmente filhote devemos ter em mente que estamos levando um ser que foi afastado da mãe e que vai precisar de um substituto (você) para lhe mostrar o mundo e como se comportar neste nova matilha (sua família).
Então o que fazer ?  Você terá que mostrar ao seu novo integrante da familia onde fazer suas necessidades, onde comer, quais os locais da casa em que ele terá acesso e  essas coisas requerem tempo e paciência. Você está preparado para isso ?
Regras básicas da Disciplina
- Estabeleça regras, limites e restrições entre os membros humanos de sua matilha antes de levar um cão para viver na sua casa.
- Certifique-se que todos tenham a mesma atitude a respeito do que é ou não permitido.
- Seja claro e consistente com seu cão a respeito das regras.
- Comece a reforçar as regras a partir do primeiro dia do cão na sua casa - ele não entende o conceito de "dia especial" ou "ferido"!
Sempre mantenha a energia calma e assertiva quando perceber em comportamento que precise ser corrigido.
- Ofereça ao cão uma alternativa ao comportamento reprovado.Recompense seu cão com petiscos ou carinho, mas apenas quando ele estiver calmo e submisso ou ativo e submisso.
- Não reforce regras quando estiver frustrado, nervoso,emotivo ou cansado. Espere até poder reagir sem emoção ao comportamento do cachorro.
- Não grite ou bata em seu cão por raiva, em hipótese nenhuma!
- Não espere que o cão leia seus pensamentos.
- Não espere que seu cão siga regras que não sejam consistentemente reforçadas.
- Não reforce nem incentive um estado de espírito medroso ou agressivo.
(Precisando de ajuda contate um profissional )

8 de ago de 2010

Concientização

Domingo passado enquanto fazia minha caminhada com um dos meus cães (uma boxer com 5 anos), pude notar a falta de informação das pessoas e também o quanto incomodava aos outros donos de cães a presença do meu cão( no caso um cão de porte grande).Ela é uma cachorra muito bonita com um bom porte,mas tem suas orelhas cortadas o que passa uma visão de um cão agressivo, o que ela não é.
Aonde quero chegar é que ouvi comentários como : "cuidado, um cão como esse atacou e matou um poodle". O que quero dizer é que não é o cão que ocasionou isso e sim o dono irresponsável que está por trás do cão. Acontece que as pessoas devem levar em consideração que o seu cão pequenino, as vezes instável ,pode ser o causador de um ataque. Não é porque ele é pequeno que não vai causar nenhum estrago em outro cão se ele ficar encarando e latindo (as pessoas até acham bonitinho - mas não é)
Cães se comunicam por energia, postura, imposição de liderança e depende de nós donos de cães assegurar que nossos cães estejam calmos e submissos quando  junto a nós em ambientes abertos. Isso requer muita dedicação e não acontece do dia para a noite.
Ao sair com seu cão faça uma caminhada longa para que ele gaste as energias acumuladas dentro de casa,e então, pare para conversar com os outros donos de cães que se encontram no mesmo local que você (praça, parque....)

7 de ago de 2010

Cães e seus donos

Nesta página pretendo escrever à quem interessar, textos sobre comportamento de cães em diversas situações,  raças e suas características, baseados nos conhecimentos teóricos e práticos que possuo e também com dicas dos livros de Cesar Millan.